Workshop «O Governo Digital em Portugal: tendências, desafios e soluções»

Workshop «O Governo Digital em Portugal: tendências, desafios e soluções»

Discutir os desafios da transformação digital dos serviços públicos e as novas formas de relacionamento com os cidadãos

Workshop «O Governo Digital em Portugal: tendências, desafios e soluções»


Inserido na conferência ICEGOV 2022, terá lugar, no dia 7 de outubro às 9h30, na cidade de Guimarães, Centro Cultural Vila Flor, o workshop «O Governo Digital em Portugal: tendências, desafios e soluções», organizado pela Agência para a Modernização Administrativa, I.P. (AMA).

O workshop pretende juntar entidades e agentes públicos para discutir os desafios da transformação digital dos serviços públicos e as novas formas de relacionamento com os cidadãos.

A sessão contará com apresentações temáticas de representantes de diversas entidades públicas nomeadamente o Centro de Gestão da Rede Informática do Governo (CEGER), o Gabinete Nacional de Segurança (GNS), o Ministério da Defesa Nacional, o Instituto dos Registos e do Notariado (IRN), o Instituto de Gestão Financeira e Equipamentos da Justiça (IGFEJ), a Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública, I. P. (eSPap), o Instituto Português do Desporto e Juventude, I.P. (IPDJ) e a IP Telecom.

Através da apresentação de casos práticos, representativos das mais diversas áreas da Administração Pública, pretende-se abordar e discutir como estão a ser enquadrados os desafios atuais de resiliência e transformação digital dos serviços públicos e como a utilização de tecnologias emergentes e modelos empresariais disruptivos ou esquemas de governação de redes, podem contribuir para acelerar a inovação dos serviços públicos. 

A sessão incluirá ainda o lançamento do Mosaico, o modelo comum de desenho e desenvolvimento de serviços públicos digitais centrados nos cidadãos e empresas.

A participação é livre e aberta a todos os interessados, mas sujeita a inscrição através do formulário 

Programa (PDF 226 KB)

 

 

ICEGOV: Conferência Internacional em Teoria e Prática de Governo Eletrónico regressa a Guimarães

ICEGOV: Conferência Internacional em Teoria e Prática de Governo Eletrónico regressa a Guimarães

Partilhar as mais recentes experiências em matéria de governo eletrónico

ICEGOV: Conferência Internacional em Teoria e Prática de Governo Eletrónico regressa a Guimarães

 

A ICEGOV Conference vai decorrer de 4 a 7 de outubro, em Guimarães, subordinada ao tema «Governação Digital para a Prosperidade Social, Económica e Ambiental».

Durante três dias especialistas e personalidades da academia, membros de governo, organizações internacionais, sociedade civil e indústria, irão partilhar as mais recentes experiências em matéria de governo eletrónico.

A 15.ª edição da ICEGOV tem como objetivo contribuir para o debate e reflexão, bem como para a geração, sistematização e partilha de conhecimento em relação à forma como as tecnologias digitais podem ser efetivamente aproveitadas para fomentar a prosperidade e o desenvolvimento. Ao mesmo tempo, a conferência irá contribuir para um mundo mais inclusivo, justo, resiliente e de confiança onde ninguém é deixado para trás, alinhando-se assim com os debates e ações que vêm sendo instigadas e promovidas pelo Secretário-Geral das Nações Unidas, António Guterres, e pelos 193 Estados-membros da ONU.

Nos últimos 15 anos, a ICEGOV tornou-se uma fonte de pesquisa, visão política e networking, alcançando um público global que ultrapassa os 6.700 participantes de pelo menos 96 países.

Neste sentido, o impacto que a ICEGOV produz à escala global resulta num programa de última geração, com uma forte influência da ONU, contribuindo de forma significativa para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável de 2030. Estes Objetivos estão assentes numa abordagem sustentada ao nível da igualdade de oportunidades para pessoas de países em desenvolvimento através do Programa de Bolsas de Estudo UNU-EGOV.

A ICEGOV tem como organizadores a Universidade do Minho e a United Nations University e parceiros oficiais a AMA e o Município de Guimarães, entre outras entidades/organizações.

Pode consultar todas as informações em icegov.org.

Sistema de Atributos Profissionais

Sistema de Atributos Profissionais

O SCAP permite-lhe autenticar-se e assinar enquanto profissional

Sistema de Atributos Profissionais

 

Através do Sistema de Atributos Profissionais (SCAP), os cidadãos podem autenticar-se e assinar documentos digitais na qualidade das funções que desempenham, sendo apenas necessária a associação prévia dos atributos profissionais através do portal autenticacao.gov.pt. Na prática, ao associar os atributos profissionais à Chave Móvel Digital, é possível assinar, não só enquanto cidadão, mas também enquanto profissional, como por exemplo um Engenheiro Civil ou um Arquiteto, que podem assinar projetos enquanto profissionais certificados, ou mesmo um dirigente público ou um administrador, que pode utilizar a sua assinatura digital enquanto profissional no exercício das suas funções.

De igual forma, também os funcionários públicos e os funcionários de empresas privadas podem autenticar-se e assinar documentos digitais, na qualidade das funções que desempenham. Dirigentes públicos, administradores, gerentes, diretores ou procuradores podem fazer a adesão e gestão dos funcionários que representam ou delegar em alguém essa tarefa. Para o efeito, é necessário que os mesmos associem os seus próprios atributos profissionais através do SCAP. Uma vez realizada esta associação, a assinatura e a identificação digital passam a estar disponíveis, sendo também possível descarregar o cartão de funcionário na aplicação id.gov.pt.