Navigation

Web Content Display

Projeto da AMA – CHAVE MÓVEL DIGITAL vence prémio World Summit Award Mobile (WSA-mobile) 2016

Projeto da AMA – CHAVE MÓVEL DIGITAL vence prémio World Summit Award Mobile (WSA-mobile) 2016

A Chave Móvel Digital é um dos 8 projetos portugueses premiados que irá participar nesta iniciativa mundial da ONU.

 

O World Summit Award Mobile (WSA-mobile), criado em 2010, realiza-se de dois em dois anos, alternadamente com o World Summit Award. Uma iniciativa global que visa selecionar e promover conteúdos e aplicações móveis inovadores com impacto global. Cada edição envolve projetos provenientes de mais de 170 países.

A Ama vence com a CHAVE MÓVEL DIGITAL, um sistema gratuito e alternativo de autenticação, que permite aos cidadãos aceder, através de dispositivos móveis, a serviços disponibilizados por portais e sites de entidades públicas, com recurso ao telemóvel. Uma chave permanente, escolhida pelo utilizador, e um código automático e temporário, enviado via telemóvel, é usado em cada autenticação. 

08/08/2016
Espaços do Cidadão e Portal do Cidadão distinguidos na cerimónia de entrega dos prémios EPSA

Espaços do Cidadão e Portal do Cidadão distinguidos na cerimónia de entrega dos prémios EPSA

Os Projetos Espaços do Cidadão e Portal do Cidadão foram hoje distinguidos como boas práticas no setor público na cerimónia de entrega dos prémios EPSA (European Public Sector Award) e do EIPA (European Institute of Public Administration).

Os dois projetos da Agência para a Modernização Administrativa, I.P. (Espaços do Cidadão e Portal do Cidadão), visam a otimização de recursos, a melhoria e eficiência dos serviços públicos, a racionalização e congregação de meios e a inclusão digital, por via presencial - através de serviços assistidos - e online, via Portal do Cidadão.

Foram propostas a concurso 266 candidaturas. Destas, apenas 64 foram distinguidas como "Melhores Práticas" (nove das quais submetidas por oito organismos Portugueses).

Esta cerimónia decorre em Maastricht nos dias 17 e 18 de Novembro.

Mais informações disponíveis na página do European Public Sector Award.

18/11/2015
AMA recebe prémio Administração Pública Digital 2015

AMA recebe prémio Administração Pública Digital 2015

Este prémio da ACEPI, entregue a Pedro Silva Dias - Presidente da Agência para a Modernização Administrativa - I.P, reconhece o trabalho desenvolvido no âmbito do projeto Chave Móvel Digital (CMD).

Decorreu na passada quinta-feira, dia 24, a cerimónia de entrega dos Prémios Navegantes XXI. No ano em que assinala o 15º aniversário, a Associação da Economia Digital voltou a selecionar os melhores projetos em diversas áreas.

A Chave Móvel Digital é um meio alternativo para se autenticar e aceder a serviços em portais e sítios na Internet de entidades públicas e privadas (e.g. "Portal do Cidadão"), através do seu computador ou qualquer dispositivo móvel.

O cidadão recebe um código no seu dispositivo (por email ou sms) e certifica a sua identidade.

Trata-se dum serviço inovador, que aproxima o cidadão da administração pública.

28/09/2015

Projeto Espaços do Cidadão premiado na 5.ª edição dos prémios IDC CIO Awards

Decorreu, no passado dia 17 de junho em Lisboa, a 5ª edição da entrega dos prémios IDC CIO Awards.

Esta iniciativa distingue importantes projetos na área das tecnologias de informação e comunicações com forte impacto no negócio das organizações nacionais. O projeto Espaços do Cidadão, da Agência para a Modernização Administrativa, I.P., recebeu uma menção honrosa.

Os projetos foram avaliados segundo o nível de inovação; retorno do investimento e a capacidade de melhorar e otimizar processos de negócio; inovar e criar novos produtos e serviços; desenvolver áreas de negócio; aumentar produtividade e efetividade dos colaboradores; atrair e reter clientes; expandir a utilização da informação e melhorar o processo de decisão.

Este projeto da AMA I.P., representada nesta conferência IDC por José António Rodrigues - responsável da equipa DSI (Direção de Sistemas de Informação) -, consiste no desenvolvimento de uma solução tecnológica que disponibiliza um interface comum a vários serviços públicos. Este novo balcão, desenvolvido em parceria com autarquias e entidades privadas, traz aos cidadãos inúmeros serviços da administração central, local, e entidades privadas que prestam serviços de claro interesse público.

O Espaço do Cidadão é um novo modelo de atendimento assistido, mais próximo das populações, que congrega serviços disponíveis na internet dos vários organismos públicos e empresas num único ponto de acesso físico, que funciona como uma extensão das Lojas do Cidadão.

Nos Espaços do Cidadão são disponibilizados mais de 170 serviços de diversos organismos. Estes balcões permitem tratar de assuntos relacionados com a carta de condução, realizar serviços da Segurança Social Direta, solicitar nova senha ou uma caderneta predial junto da Autoridade Tributária, efetuar pedidos de certidão, apresentar despesas junto da ADSE, tratar de assuntos relativos a emprego e formação profissional, alterar a morada do cartão de cidadão, solicitar o cartão europeu de seguro de doença, entre outros.

Esta solução pretende aumentar a qualidade da prestação de serviços públicos e completa a experiência de sucesso das Lojas do Cidadão enquanto ponto de contacto dos cidadãos com a Administração. Pretende-se também, com este projeto, melhorar a coesão territorial e social: a rede de Espaços do Cidadão aproxima os serviços públicos em territórios de baixa densidade populacional e em zonas com dificuldade de acesso à Internet.

21/06/2015

Chave Móvel Digital nomeada para os Prémios Novos 2015

A solução Chave Móvel Digital (CMD) desenvolvida pela AMA - Agência para a Modernização Administrativa, IP, recebeu uma nomeação para os Prémios Novos 2015. Esta iniciativa resulta de uma ideia original de Fernando Alvim, organizada pela produtora Cego Surdo e Mudo, com o propósito de premiar talentos emergentes em Portugal. Os prémios são entregues a 6 de maio, às 21h30, na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa.

Distinguir novos talentos de nacionalidade portuguesa, reconhecer o seu protagonismo, atividade e mérito em diferentes áreas como a Cultura, Ciência ou Sociedade, faz parte dos objetivos deste evento que vai na 3ª edição.

A solução CMD, implementada pela AMA, está nomeada na categoria de Internet. Ao todo, são 15 categorias em destaque nesta edição. De acordo com a organização, a seleção dos vencedores é feita por "um júri cuidado, reconhecido e conhecedor de cada uma das áreas".

01/05/2016

Chave Móvel Digital recebe distinção da Exame Informática

A solução Chave Móvel Digital (CMD), desenvolvida pela AMA – Agência para a Modernização Administrativa, IP, acaba de ser distinguida com uma menção honrosa pela publicação Exame Informática. A CMD é uma iniciativa que de acordo com esta publicação facilita a autenticação de todos os cidadãos nos serviços do Estado.

Os Prémios Exame Informática visam distinguir projetos inovadores em Portugal nas áreas da Tecnologia e da Ciência. A cerimónia de atribuição dos prémios e menções honrosas decorreu a 27 de abril, no Edifício São Francisco de Sales, em Oeiras.

A solução CMD, implementada pela AMA, mereceu uma distinção honrosa na categoria Internet. O concurso inclui 11 categorias que vão desde a Inovação à Melhor Marca Nacional. Os prémios são atribuídos pela redação da Exame Informática, exceto o prémio Personalidade que é definido por um júri independente.

01/04/2015

Formação e-Learning da AMA referenciada como caso prático em livro

A implementação de e-Learning na AMA – Agência para a Modernização Administrativa é um dos casos práticos apresentados no livro "Projetos de e-Learning: Inovação, Implementação e Gestão", devido às metodologias de formação inovadoras direcionadas para os colaboradores das Lojas do Cidadão e Lojas da Empresa, até ao ano de 2012.

Nesta obra publicada no passado mês de dezembro são apresentados mais seis casos reais de implementação de e-Learning, de instituições públicas e privadas, como o Banco de Portugal, os CTT, o ISCIA – Instituto Superior de Ciências da Informação e Administração, a Nova Etapa, o Grupo PT e a TAP Portugal.

Os autores Arnaldo Santos, Lúcia Moreira e Filipe Peixinho, partilham nesta publicação o seu conhecimento científico e experiência prática com mais de 10 anos de atividade na implementação e na gestão de projetos de e-Learning, tanto do ponto de vista tecnológico como do ponto de vista pedagógico.

04/01/2015

AMA obtém certificação como Entidade Formadora

A Agência para a Modernização Administrativa - AMA acaba de ser certificada como Entidade Formadora pela Direção-Geral do Emprego e das Relações de Trabalho (DGERT), no âmbito do disposto na Portaria nº 851/2010, de 6 de Setembro, alterada e republicada pela Portaria nº 208/2013, de 26 de junho, nas seguintes áreas de educação e formação:

090 – Desenvolvimento Pessoal
347 – Enquadramento na organização/empresa
482 – Informática na ótica do utilizador

Para além da já reconhecida qualidade e inovação da formação da AMA pela Resolução de Conselho de Ministros nº 89/2010, de 17 de novembro, a AMA obtém agora esta certificação oficial nas três principais áreas em que desenvolve a sua atividade formativa, confirmando as suas competências específicas nestas matérias.

A AMA pretende continuar a apostar na qualidade e inovação da formação, oferecendo soluções formativas adequadas aos seus vários públicos-alvo, e na melhoria contínua da gestão da formação, agora integrada na rede das Entidades Formadoras Certificadas.

01/05/2014

Licenciamento Zero recebe prémio europeu para a inovação na Administração Pública

Lisboa, 6 de Junho de 2013 – A Comissão Europeia distinguiu Licenciamento Zero como um projeto de excelência e inovação, na categoria de iniciativas inovadoras da Administração Pública para empresas do European Prize for Innovations in Public Administration

O Licenciamento Zero, um projeto governamental de simplificação gerido pela Agência para a Modernização Administrativa, IP (AMA, IP), foi hoje anunciado como um dos vencedores do Prémio Europeu para a Inovação na Administração Pública, na categoria de serviços para empresas. A distinção foi anunciada pela comissária Europeia responsável pela Investigação, Inovação e Ciência, Máire Geoghegan-Quinn, na Conferência da Semana das Regiões Inovadoras (WIRE IV) em Cork, na Irlanda. O Licenciamento Zero torna-se assim uma das três iniciativas europeias reconhecidas com 100 mil euros. O prémio pecuniário destina-se a investimento para escalar um projeto considerado "promissor" e "potenciador de mais inovação para o futuro".

O Licenciamento Zero é uma iniciativa governamental de simplificação administrativa e regulatória, gerida pela AMA, IP (Presidência do Conselho de Ministros) em parceria com a Direcção-Geral das Atividades Económicas (Ministério da Economia) e a colaboração de um vasto número de municípios portugueses. Veio introduzir um regime simplificado para a instalação, funcionamento e modificação da grande maior de estabelecimentos comerciais, num único ponto de contacto – Balcão do Empreendedor (Portal da Empresa), revendo todos os procedimentos e eliminando obstáculos e licenças desnecessárias, substituindo-as por uma simples comunicação. Aplica-se às áreas da restauração e bebidas, comércio de bens, prestação de serviços e armazenagem (ex.: restaurantes, padarias, pastelarias, frutarias, peixarias, lojas de produtos dietéticos, drogarias, salões de cabeleireiro e institutos de beleza).

Esta iniciativa vem contribuir para o aumento da competitividade do País, permitindo que os empreendedores percam menos tempo com burocracia e se concentrem mais nos negócios, ao mesmo tempo que cria um novo paradigma que assenta numa relação de confiança entre o Estado e as empresas, reforçando as ações de fiscalização a posteriori e os mecanismos de responsabilização dos particulares.

O regime jurídico do Licenciamento Zero foi aprovado pelo Decreto-Lei n.º 48/2011, de 1 de abril, com as alterações introduzidas pelo Decreto-Lei n.º 141/2012, de 11 de julho, e entrou em vigor recentemente, conforme o estabelecido pela Portaria n.º 284/2012, de 20 de Setembro.

Mais informações sobre os European Prize for Innovations in Public Administration http://ec.europa.eu/research/innovation-union/index_en.cfm?section=admin-innovators

Mais informações sobre o Licenciamento Zero http://www.portaldaempresa.pt/CVE/pt/LicenciamentoZero

06/06/2013

AMA distinguida pela Comissão Europeia por boas práticas como coordenadora nacional do IMI

A Agência para a Modernização Administrativa, I.P. (AMA), coordenadora em Portugal do Sistema de Informação do Mercado Interno (IMI), foi recentemente distinguida por boas práticas na adesão das autoridades portuguesas à plataforma administrativa IMI. Num curto espaço de tempo, a AMA conseguiu reverter a taxa de ativação das autoridades competentes da Administração Central e Local, de 55% para 96%.

Devido à qualidade do trabalho realizado e ao progresso verificado na ativação de utilizadores, o Comité Consultivo do Mercado Interno (IMAC), convidou a AMA a apresentar o seu caso de sucesso, dia 19 de junho em Bruxelas, na 27.ª Reunião de trabalho do grupo IMI-IMAC, perante os interlocutores dos países membros da União Europeia que já aderiram ao IMI, considerado um modelo a seguir para incentivar outros países a adotarem medidas semelhantes, de forma a conseguirem sensibilizar as autoridades nos seus países.

Relembramos que o IMI, é uma ferramenta eletrónica concebida para ajudar as entidades competentes do Espaço Económico Europeu na troca de informações administrativas com as entidades homólogas de outros Estados-Membros. O IMI foi criado pela Comissão Europeia em conjunto com os Estados-Membros ao abrigo das disposições sobre assistência mútua previstas na legislação relativa ao mercado interno, até ao momento em três diretivas já implementadas, a Diretiva de Serviços, a Diretiva de Qualificações e a Diretiva Destacamento de Trabalhadores

19/06/2012

Plataforma de Interoperabilidade premiada nos CIO Awards 2012

A Plataforma de Interoperabilidade da Administração Pública foi um dos projetos vencedores da edição de 2012 dos CIO Awards. Num conjunto de 65 projetos nomeados, representativos de vários setores de atividade, o projeto da Agência para a Modernização Administrativa (AMA) obteve assim um importante reconhecimento nesta iniciativa anual da IDC Portugal. A cerimónia de entrega dos prémios realizou-se ontem no Centro Cultural de Belém, tendo o prémio sido entregue ao Eng. Gonçalo Caseiro, vogal do Conselho Diretivo da AMA.

Os Prémios CIO Awards distinguem projetos TI com capacidade de melhorar e otimizar processos de negócio, inovar e criar novos produtos e serviços, desenvolver áreas de negócio, aumentar produtividade e efetividade dos colaboradores, atrair e reter clientes, expandir a utilização da informação e melhorar o processo de decisão.

A decisão coube a um painel de jurados composto por Carlos Marçalo (diretor da revista Semana Informática), Fernando Bação (professor ISEGI-UNL), Jaime Quesado (especialista em estratégia, inovação e competitividade), José Dias Coelho (professor UNL e presidente APDSI), José Tribolet (professor IST e presidente INESC), Luís Pinto (consultor independente, ex. CIO), Pedro Veiga (professor FC-UL e presidente FCCN) e a equipa de research da IDC Portugal.

Sobre a iAP

Em linha com as referidas prioridades, Portugal possui desde 2007 a Plataforma da Interoperabilidade da Administração Pública (iAP) (www.iap.gov.pt), uma plataforma tecnológica de referência para a disponibilização de serviços eletrónicos transversais, permitindo uma melhor resposta dos sistemas de informação públicos às exigências atuais na prestação de serviços à sociedade civil.

Baseada em open standards, com elevados parâmetros de segurança, confiabilidade e disponibilidade, visa aumentar a eficiência do Estado através do reaproveitamento da capacidade instalada na Administração Pública (AP). A iAP assume assim a disponibilização de um conjunto de serviços partilhados para AP, gerando uma poupança significativa de custos, suportando a disseminação de tais serviços com pendor inovador pelo universo da Administração Pública central, regional e local e, por último, proporcionando um reforço da segurança e organização dos sistemas de informação que suportam a prestação de serviços públicos.

A iAP é um dos principais projetos da AMA, liderado pelo Eng. Paulo Lobo, responsável pela equipa multidisciplinar de Interoperabilidade.

Mais informação sobre a Plataforma de Interoperabilidade – www.iap.pt

Mais informação sobre os prémios IDC – www.idc.pt

20/04/2012

Dados.gov distinguido pela Exame Informática

O projeto Dados.gov  recebeu uma menção honrosa na categoria 'Internet' dos prémios da revista Exame Informática. Dadas as suas potencialidades em termos de transparência da actividade da Administração Pública, o projecto da AMA - Agência para a Modernização Administrativa, I.P. em colaboração com a Câmara Municipal de Lisboa, recebe assim uma importante distinção menos de duas semanas após o seu lançamento em versão beta.

A cerimónia de entrega dos prémios decorreu no dia 5 de Novembro no Pavilhão do Conhecimento, em Lisboa, no âmbito da conferência O Melhor de 2011, organizada pela Exame Informática. Foram distinguidos diferentes projectos, produtos e marcas em várias categorias.

A menção honrosa atribuída ao Dados.gov representa mais um sinal da importância dada à temática da administração aberta e dos dados abertos em Portugal.

Sobre o Dados.gov

O Dados.gov consiste numa plataforma que possibilita o acesso, se possível de forma automática, a dados em bruto produzidos pela Administração Pública. Assim, e salvaguardando a informação confidencial e/ou dados pessoais, a informação é devidamente organizada e disponibilizada ao público em formatos electrónicos que permitam a sua fácil leitura, tratamento e interligação. Deste modo, impulsiona-se o acesso a informação pública, promove-se a transparência, a colaboração e, em especial, a criação de valor sobre esses mesmos dados pela sociedade civil.

A plataforma possui actualmente cerca de 100 conjuntos de dados de 14 organismos públicos. Dos resultados eleitorais às estatísticas da educação, dos ajustes directos do Estado às estatísticas da justiça, das receitas e despesas das autarquias locais a informação sobre marcas, patentes ou domínios registados.

Prevê-se o seu crescimento acelerado à medida que as instituições públicas interiorizam o conceito do projecto e as suas mais-valias em termos de transparência e reutilização da informação e, também, à medida que a própria sociedade civil for aderindo ao conceito reutilizando a informação disponível.

Com o lançamento do Dados.gov, Portugal junta-se assim ao pelotão da frente de países promotores de dados públicos abertos. EUA, Reino Unido, Espanha, Holanda, Irlanda, França, Albânia, Quénia, Austrália e Nova Zelândia são exemplos de Estados nos quatro cantos do mundo que já abraçaram o referido objectivo.

07/12/2011

AMA distinguida com prémio na área da Interoperabilidade

A Associação de Empresas de Sofware Open Source Portuguesas (ESOP) atribuiu um Prémio Abertura 2011 à Agência para a Modernização Administrativa (AMA) em reconhecimento de "acções desenvolvidas na temática da Interoperabilidade".

A entrega dos Prémios Abertura 2011 teve lugar no Evento Linux 2011 – IX Encontro Nacional Sobre Tecnologia Aberta, que se realizou ontem, dia 29 de Setembro, em Lisboa. O evento, promovido pela Sybase SBS Software e Caixa Mágica, contou com a presença de várias organizações de renome nacional e internacional do sector, como a Microsoft, Linkare, Samsung,  IPBrick, entre muitas outras, que ao longo do dia debateram várias questões relacionadas com o desenvolvimento tecnológico sustentado através da utilização de software aberto. A AMA foi representada pelo Vogal do Conselho Directivo, Eng. Gonçalo Caseiro, e pelo Eng. André Vasconcelos, que apresentaram o caso de implementação de middleware do Cartão do Cidadão.

30/09/2011

Participação Pública do Programa Simplex distinguido com menção honrosa, em Varsóvia

Decorreu durante o mês de Setembro de 2011 em Varsóvia, a 6ª Conferência da Qualidade das Administrações Públicas Europeias.

Esta iniciativa distingue importantes projetos da Administração Pública, tendo sido apresentado e destacado com menção honrosa o projeto participação pública do programa simplex.

O Programa Simplex  é um programa de modernização administrativa e legislativa de Portugal, cujo objetivo visa  a redução dos encargos administrativos para as empresas e para os cidadãos.

Na primeira edição, em 2006, o Programa Simplex foi implementado pelos colaboradores da Administração Pública e estimulou os serviços públicos a fazer o levantamento permanente das suas interações com os cidadãos e as empresas e permitiu avaliar os custos e os encargos de cada uma delas e questionar a sua pertinência.

Este programa permitiu estabelecer as prioridades de simplificação e os objetivos de redução de encargos para 2007 e assim sucessivamente nos anos seguintes. Esses objetivos tornaram-se públicos, uma vez que foram colocados na edição anual do Programa Simplex.

 

01/07/2011

Projetos Rede Comum de Conhecimento e Simplex premiados pela ONU

Portugal foi distinguido com dois prémios atribuídos na 8.ª edição do United Nations Public Service Awards. A Rede Comum do Conhecimento, que permite a partilha de boas práticas de modernização, inovação e simplificação administrativas, venceu o 1º prémio na categoria "Fomentar a gestão do conhecimento na Administração pública". Por seu turno, o Programa Simplex, na sua vertente participativa e em especial as suas iniciativas Diga.Simplex, Consulta Pública e Ideia Simplex, foi distinguido com o 2º prémio na categoria "Promover a participação na definição das políticas públicas através dos mecanismos inovadores".

Estes projectos, liderados pela Agência para a Modernização Administrativa (AMA), cujo valor assenta no envolvimento e empenho incansável de uma rede alargada de organismos públicos, são deste modo, dois dos grandes vencedores da mais prestigiada distinção internacional de excelência e inovação do serviço público.

A iniciativa da ONU distingue anualmente o que de melhor se faz nestes domínios em todo o mundo. É a primeira vez que projectos portugueses recebem esta elevada distinção internacional.

Depois de ter alcançado, em Fevereiro último, o resultado máximo em termos da disponibilidade e de sofisticação dos serviços públicos online, segundo o European e-Government Benchmark, Portugal consegue agora mais um reconhecimento internacional do trabalho desenvolvido nos domínios da modernização administrativa.

Mais informações sobre a 8.ª edição do United Nations Public Service Awards podem ser consultadas em http://www.unpan.org/unpsa.

19/05/2011

Senha 001 candidata a prémio internacional de Tecnologias de Informação e Comunicação

O projecto Senha 001, da Agência para a Modernização Administrativa (AMA), foi selecionado para os prémios World Summit Awards 2011: e-Content + Creativity. A iniciativa pretende destacar as melhores práticas em conteúdos e aplicações inovadoras na área das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC).

De acordo com a AMA, o projeto foi implementado com o objetivo de disponibilizar num único espaço todos os serviços que se podem realizar através da utilização eletrónica do Cartão de Cidadão.

Entre os serviços promovidos no site Senha 001 destacam-se a alteração de morada, a marcação de uma consulta médica, a realização de serviços das Finanças ou da Segurança Social, a revalidação da Carta de Condução ou a criação de uma empresa, entre outros serviços disponíveis online.

O Senha 001 foi o projeto escolhido para representar Portugal na categoria de e-Government & Institutions, que premeia projetos desenvolvidos na área da Administração Pública eletrónica e das Instituições.

Os projectos Plux, Scratch, Under Siege, Roteiros Republicanos, experiment Portugal, Cardmobili e Media Lab são outras das iniciativas portuguesas a concurso nos prémios internacionais World Summit Awards 2011.

Os World Summit Awards são uma prestigiada competição internacional que se realiza anualmente, desde 2003, sendo dinamizada por uma rede de parceiros liderada pelo International Center for New Media.

18/03/2011

Projetos da AMA candidatos a prémios das Nações Unidas

Quatro projectos da Agência para a Modernização Administrativa (AMA) passaram à segunda fase dos Public Services Awards, prémios das Nações Unidas (ONU) que destacam o que de melhor se faz em termos de serviços públicos. As Lojas do Cidadão, a Rede Comum de Conhecimento (RCC), a Consulta Pública e Ideia Simplex e o balcão "Perdi a Carteira" são os nomeados.

De acordo com a AMA, a participação na segunda fase exige a apresentação de um conjunto de documentos que reforcem o valor de cada projecto. O júri da iniciativa solicita a entrega de duas cartas de recomendação e de cinco outros documentos, como relatórios de impacto, notícias ou estudos académicos.

O projecto "Lojas do Cidadão", estabelecido em 1999, destaca-se pelo objetivo de concentrar num mesmo local uma larga gama de serviços públicos e privados, numa rede que contempla actualmente 28 Lojas do Cidadão espalhadas por todo o país.

O balcão "Perdi a Carteira", disponível nas Lojas do Cidadão das Laranjeiras e de Odivelas, permite renovar de forma célere um conjunto de documentos por alteração de dados, perda ou roubo, num único local de atendimento.

A RCC, outro dos projetos a concurso, define-se como uma plataforma electrónica criada para partilhar as boas práticas de modernização, inovação e simplificação administrativa concretizadas na Administração Pública portuguesa e nos países de língua oficial portuguesa.

10/03/2011

AMA recebe Prémio de Excelência em eLearning

A Agência para a Modernização Administrativa (AMA) recebeu o Prémio de Excelência em eLearning, distinção atribuída pela PT Inovação e que é o reconhecimento das metodologias de formação inovadoras implementadas nas Lojas do Cidadão e Lojas da Empresa.

Imagem prémio de excelência

Este prémio é o reconhecimento de resultados obtidos em eLearning, desde 2008, e a PT Inovação atribuiu a distinção à equipa do Departamento de Formação da AMA, pela qualidade do contributo dado à implementação de boas práticas e metodologias à distância nos serviços públicos, nomeadamente através da Internet.

Foram ainda premiadas outras sete instituições públicas e privadas, como o Banco de Portugal, os CTT, o Centro de Formação da Ordem dos Advogados, a TAP, o Instituto Superior de Ciências da Informação e Administração, a Nova Etapa e a empresa brasileira Vivo.

21/09/2010

Projeto Lojas do Cidadão nomeado como o "Melhor dos Melhores da Internet"

O Projeto Lojas do Cidadão recebe troféu Jetnet 2002, tendo sido nomeada pela Comunidade Cibernauta, na categoria Administração Pública, como ‘O melhor dos melhores da Internet".

Os troféus Jetnet 2002, destinados a premiar os melhores sites portugueses, foram entregues no dia 28 de Maio, numa iniciativa da Telepac, que decorreu no Coliseu dos Recreios, em Lisboa.

O site premiado em cada uma das categorias foi designado por um júri nomeado para a 5a edição dos troféus Jetnet. As categorias premiadas foram Turismo/Viagens, E-Commerce, Entretenimento, Moda, Desporto, Formação/Ensino, Portal, Administração Pública, Financeiro, Cultura, Espectáculo e Media/Comunicação Social.

A Administração Pública foi representada pelos nomeados dgci.min-financas.pt, infocid - Portal da Administração Pública portuguesa e loja do cidadao.

28/05/2002