Programa Simplex continua a dizer sim às pessoas e às empresas

Programa Simplex continua a dizer sim às pessoas e às empresas

O seu contributo é essencial, faça parte da mudança, submeta a sua sugestão e ajude a construir o programa Simplex 2023

Programa Simplex continua a dizer sim às pessoas e às empresas

Criado em 2006, ao longo dos anos, o Simplex não parou de se reinventar. Com uma marca indiscutível, enquanto programa de simplificação e modernização administrativa em Portugal, tem mantido sempre o seu foco na modernização do estado e no reforço da sua capacidade de atuação às necessidades de cada momento. 

Ao longo dos anos contribuiu, através de centenas de medidas, para a criação de mecanismos, projetos, procedimentos e ações de simplificação de serviços do Estado, que ajudaram ativamente para um melhor dia a dia de cidadãos e empresas. 

Agora, alinhado com o Plano de Recuperação e Resiliência, o Simplex quer concretizar ainda mais ideias e dizer SIM a um dia a dia cada vez melhor. 

Com o objetivo de aproximar, antecipar e automatizar, em 2023 o foco continua a ser aumentar a qualidade de vida daqueles a quem se destinam estas medidas: as pessoas e as empresas, inovando e criando melhores serviço, simplificando processos e criando uma nova forma de interagir com os serviços públicos.

A cada nova edição, o programa de simplificação de Portugal pretende gerar mais emprego, criar riqueza, tornar a economia mais produtiva e a sociedade mais inclusiva. E, passados 17 anos, continuar a dizer SIM a um futuro melhor.

Nesta nova edição, pretende-se continuar a ouvir pessoas e empresas, para saber como melhorar o dia a dia de todos. 

A participação é essencial para a modernização e simplificação dos serviços públicos, faça parte da mudança, deixe a sua sugestão em simplex.gov.pt.

Dia Nacional da Participação

Dia Nacional da Participação

Conheça as iniciativas que serão dinamizadas neste dia comemorativo

Dia Nacional da Participação

O Dia Nacional da Participação, criado pela Resolução do Conselho de Ministros n.º 130/2021, de 10 de setembro de 2021, visa "reforçar a orientação da Administração Pública para a criação permanente de valor e a satisfação das necessidades das pessoas, modernizando os seus modelos de gestão através de instrumentos de transparência e participação".

A participação cívica adquire, uma dimensão cada vez maior nos sistemas democráticos, pretendendo reforçar a confiança das pessoas nas instituições e envolvê-las nas mais variadas decisões em diferentes quadrantes da sociedade, sejam elas locais ou nacionais. 

Este dia, pretende reforçar esta orientação, mas também divulgar boas práticas já implementadas, e identificar novas formas de participação que possam ser adotadas pela Administração Pública, contribuindo, assim, para um ecossistema de participação cada vez mais amplo e inclusivo.

Neste contexto, a Agência para a Modernização Administrativa I.P., através do Centro para a Inovação no Setor Público (LabX), irá promover um conjunto de iniciativas, para celebrar a participação pública, que irão envolver diversos quadrantes da sociedade, desde os mais jovens a representantes da Administração Pública local.

No campus APP, em Lisboa, vai a decorrer, um jogo de Sistemas de Participação que foi desenhado para que equipas de entidades públicas possam refletir sobre as práticas participativas, com responsabilidade direta ou indireta na sua implementação, onde se pretende desenvolver um sistema verdadeiramente centrado no cidadão, em que é o próprio cidadão que decide como quer participar. Vai contar com a presença de 7 municípios: Lourinhã, Lisboa, Lagoa, Torres Vedras, Oeiras, Maia e Tavira. A primeira versão deste jogo foi apresentada no 5º encontro ibérico de orçamentos participativos, onde foi possível testar uma etapa do jogo e recolher contactos de equipas interessadas.

Outra iniciativa no âmbito do Dia Nacional da Participação vai acontecer em algumas escolas do distrito de Leiria, onde dezenas de crianças vão poder participar num jogo pedagógico chamado «Agora falo eu!», que é jogado com cartas, baseado numa iniciativa brasileira chamada "De olho na escola". Este projeto pioneiro em território nacional foi desenvolvido e aplicado em colaboração com a Comunidade Intermunicipal da Região de Leiria (CIMRL), está inserido no âmbito da Educação para a Cidadania, em que o objetivo passa essencialmente por alertar para a importância dos mais novos começarem a estimular os seus próprios hábitos de participação e envolvimento em diversas atividades, para que possam começar a contribuir ativamente e, logo numa fase mais inicial, nos processos democráticos.

Em colaboração com o Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA), terá início uma capacitação para um grupo de facilitadores que irá promover um processo participativo na construção do Plano Estratégico, na qual será, também, apresentado o Kit AP Participa, desenvolvido pelo LabX.

 

 

 

Conselho para as Tecnologias de Informação e Comunicação na AP reúne na AMA

Conselho para as Tecnologias de Informação e Comunicação na AP reúne na AMA

A reunião de trabalho foi presidida pelo Secretário de Estado da Digitalização e da Modernização Administrativa, Mário Campolargo

Conselho para as Tecnologias de Informação e Comunicação na AP reúne na AMA

O Conselho para as Tecnologias de Informação e Comunicação na Administração Pública (CTIC) reuniu hoje, dia 25 de janeiro, na sede da AMA, entidade responsável pela direção do comité técnico do CTIC, coadjuvada pela Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública, I.P. (eSPap), Centro de Gestão da Rede Informática do Governo (CEGER), Gabinete Nacional de Segurança (GNS e pela Estrutura de Missão Portugal Digital (EMPD).

Na reunião de trabalho presidida pelo Secretário de Estado da Digitalização e da Modernização Administrativa, Mário Campolargo, foi apresentada a remodelação do site do Conselho para as Tecnologias de Informação e Comunicação na Administração Pública (CTIC), o tic.gov.pt, que será lançado no mês de fevereiro, e que tem como ambição ser o ponto de ligação para toda a informação sobre a digitalização da Administração Pública. 

Os planos de Ação 21-23 e a cibersegurança dos equipamentos IoT foram alguns dos assuntos discutidos na reunião, que contou com uma intervenção do diretor da NOVA Information Management School (NOVA IMS), Miguel de Castro Neto, que efetuou uma breve apresentação sobre o valor dos dados.